21/11/2014

SEMANA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA É MARCADA POR PASSEATA EM SÃO JOÃO BATISTA





 A escola 'Deputado José Ribamar Dominici' promoveu nesta sexta-feira uma passeata em comemoração à Semana Nacional da Consciência Negra no Brasil. A ação foi conjunta com a turma de História da Faculdade Associada de Ciência, Teologia e Letras (Facitel) e com participação do Grupo de Capoeira 'Atual', daqui de São João Batista. A passeata começou por volta das 8 horas na Praça do Viva e só terminou em frente à Praça da Matriz, onde teve apresentações culturais. Organizado pelo professor Saulo, trabalhos escolares foram apresentados durante a semana, além de apresentações na Facitel. 
O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, foi instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. A data faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares – situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região Nordeste do Brasil. Zumbi foi morto em 1695, na referida data, por bandeirantes liderados por Domingos Jorge Velho. A data de sua morte, descoberta por historiadores no início da década de 1970, motivou membros do Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial, em um congresso realizado em 1978, no contexto da Ditadura Militar Brasileira, a elegerem a figura de Zumbi como um símbolo da luta e resistência dos negros escravizados no Brasil, bem como da luta por direitos que seus descendentes reivindicam.
Com a redemocratização do Brasil e a promulgação da Constituição de 1988, vários segmentos da sociedade, inclusive os movimentos sociais, como o Movimento Negro, obtiveram maior espaço no âmbito das discussões e decisões políticas. A lei de preconceito de raça ou cor (nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989) e leis como a de cotas raciais, no âmbito da educação superior, e, especificamente na área da educação básica, a lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que instituiu a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileira, são exemplos de legislações que preveem certa reparação aos danos sofridos pela população negra na história do Brasil.
A figura de Zumbi dos Palmares é especialmente reivindicada pelo movimento negro como símbolo de todas essas conquistas, tanto que a lei que instituiu o dia da Consciência Negra foi também fruto dessa reivindicação. O nome de Zumbi, inclusive, é sugerido nas Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africanacomo personalidade a ser abordada nas aulas de ensino básico como exemplo da luta dos negros no Brasil. Essa sugestão orienta-se por uma das determinações da lei Nº 10.639, que diz no Art. 26-A, parágrafo 1º: “O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil.”
A despeito da comemoração do Dia da Consciência Negra ser no dia da morte de Zumbi e do que essa figura histórica representa enquanto símbolo para movimentos sociais, como o Movimento Negro, há muita polêmica no âmbito acadêmico em torno da imagem de Zumbi e da própria história do Quilombo dos Palmares. As primeiras obras que abordaram esse acontecimento histórico, como as de Edison Carneiro (O Quilombo dos Palmares, Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 3a ed., 1966), de Eduardo Fonseca Jr. (Zumbi dos Palmares, A História do Brasil que não foi Contada. Rio de Janeiro: Soc. Yorubana Teológica de Cultura Afro-Brasileira, 1988) e de Décio Freitas (Palmares, a guerra dos escravos. Porto Alegre: Movimento, 1973), abriram caminho para a compreensão da história da fundação, apogeu e queda do Quilombo dos Palmares, mas, em certa medida, deram espaço para o uso político da figura de Zumbi, o que, segundo outros historiadores que revisaram esse acontecimento, pode ter sido prejudicial para a veracidade dos fatos.

Folha de SJB





17/11/2014

CIDADES DIGITAIS: EMPRESA RESPONSÁVEL COMEÇA A DEMARCA PONTOS DE ACESSOS EM SÃO JOÃO BATISTA

Amarildo e o min. Paulo Bernado, das Telecomunicações
Um técnico da empresa G4S Technology está em São João Batista demarcando os Pontos de Acessos para a infraestrutura do Programa Cidade Digital. A cidade de São João Batista foi um dos 21 municípios do Maranhão contemplada com o Cidades Digitais, que por é ligado ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Ele está acompanhado por um dos coordenadores do projeto na cidade, Jailson Mendes, e da secretária-executiva da Prefeitura Municipal, Marcela Arouche. O projeto pretende modernizar a gestão municipal, oferecendo à população acesso a serviços de governo eletrônico e incentivando o desenvolvimento local.
O programa prevê a instalação de infraestrutura de conexão de rede entre órgãos públicos municipais e a instalação de aplicativos de governo eletrônico para gerir os setores financeiro, tributário, da saúde e da educação. A empresa foi contratada pelo Ministério das Comunicações que realiza o projeto em mais de 260 municípios do Brasil. Nesta primeira fase do projeto, estão sendo demarcados os Pontos de Acessos, que receberão os equipamentos estruturais, a exemplo dos racks e cabos.
São diversos pontos de acessos de internet que serão utilizados pelo Governo Municipal e pela população de São João Batista. Fórum da Juventude, Câmara Municipal, Secretarias Municipais, Cras, Farol da Juventude, UBSs, Hospital Municipal, Biblioteca Municipal e praças públicas terão, a partir da implantação do projeto, internet de graça e de boa qualidade. Sendo os técnicos da empresa, a primeira fase é de demarcação dos pontos, e partir de dezembro ou janeiro, a empresa começa o serviço de implantação das fibras óticas na cidade.
O objetivo do programa é modernizar a gestão, ampliar o acesso aos serviços públicos e promover o desenvolvimento dos municípios brasileiros por meio da tecnologia. Para isso, atua nas seguintes frentes: Construção de redes de fibra óptica que interligam os órgãos públicos locais; Disponibilização de aplicativos de governo eletrônico para as prefeituras, nas áreas financeira, tributária, de saúde e educação; Capacitação de servidores municipais para uso e gestão da rede; e Oferta de pontos de acesso à internet para uso livre e gratuito em espaços públicos de grande circulação, como praças, parques e rodoviárias. ““São João Batista entrará efetivamente na era digital de primeira linha, com internet Banda Larga Digital alimentada por fibras óticas que a distinguirá como poucas no Brasil “, ressaltou o prefeito da cidade, Amarildo Pinheiro.
Técnico visitou a escola ‘Ateniense’, que será beneficiada com o projeto
Além destes benefícios, os jovens da cidade terão a oportunidade de passar por 10 cursos na área de informática: administrador de Banco de Dados, Cabista de Sistema de Telecomunicações, Desenhista de Produtos Gráficos Web, Instalador e Reparador de Redes de Computadores, Montador e Reparador de Computadores, Operador de Computadores, Programador de Sistemas, Programador de Web, Montador e Reparar de Periféricos e Programador de Dispositivos Móveis.
Folha de SJB

12/11/2014

INEP DIVULGA GABARITO OFICIAL DO ENEM 2014, ACESSE AQUI


ional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) publicou nesta quarta-feira (11) o gabarito oficial do Enem 2014 (Exame Nacional do Ensino Médio), aplicado no sábado (8) e domingo (9), no site oficial do exame. Segundo o ministro da Educação, as notas do Enem 2014 devem ser divulgadas em janeiro de 2015.
O Enem foi realizado no sábado (8) e domingo (9) e bateu recorde este ano com a participação de mais de 6,2 milhões de candidatos, segundo dados divulgados pelo próprio MEC na noite deste domingo (9). No total, 8,7 milhões de pessoas se inscreveram para a prova, mas o índice de abstenção foi de 28,6%, abaixo da taxa de 29% registrada na edição anterior.
O número de pessoas que fizeram as provas foi cerca de 24% mais alto que em 2013, quando 5 milhões de candidatos compareceram ao exame. Em 2014, pelo menos 1.519 pessoas foram eliminadas durante a aplicação das provas. Desses, 236 foram eliminados por uso de celular, disse o ministro Henrique Paim. As provas foram aplicadas em 1.752 municípios.
GABARITO DAS PROVAS DE SÁBADO (8/11)
– PROVA AMARELA (sábado)
– PROVA ROSA (sábado)
– PROVA AZUL (sábado)
– PROVA BRANCA (sábado)
GABARITO DAS PROVAS DE DOMINGO (9/11)
– PROVA AMARELA (domingo)
– PROVA ROSA (domingo)
– PROVA AZUL (domingo)
– PROVA CINZA (domingo)

Folha de SJB

11/11/2014

ANA MARCIA PARTICIPA DE CURSO DE GESTÃO PÚBLICA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL EM SÃO LUIS

A Secretaria de Estado de Igualdade Racial (Seir) iniciou nesta terça-feira (11), o 1º e 2º módulos do Curso Modular sobre “Gestão Pública e Política da Igualdade Racial”. A atividade acontece até sexta-feira (14), na Escola de Governo e Gestão Municipal, localizada na Rua das Andirobas, nº 26, Renascença. A abertura foi realizada às 8 horas com a presença da secretária adjunta da Igualdade Racial, Benigna Almeida.
Ana Márcia (centro) participa de evento promovido pela Seir
O curso reune gestores da Política de Igualdade Racial de 72 municípios que participam do Projeto de Fortalecimento da Política de Promoção da Igualdade Racial. O projeto é executado pela Seir, em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), prefeituras municipais e o Conselho Estadual da Política da Igualdade Ético-Racial, com vistas à implementação de ações efetivas de enfrentamento ao racismo no Maranhão.
Entre os temas a serem abordados estão “Políticas Públicas”, “Política da Igualdade Racial”, “Orçamento Público”, “Educação para as relações étnico-raciais”, “Processo de Regularização Fundiária”, “Gênero, Raça e Etnia” e “História da África”. Daqui de São João Batista, a coordenadora de Igualdade Racial, Ana Márcia Araújo, participa do evento.
Ainda neste mês, a Seir realizará a entrega dos kits contendo computadores, mesas, cadeiras e materiais de escritório para estruturação do órgão gestor da política. E no período de 18 de novembro a 18 de dezembro, será realizada a etapa de assessoramento aos municípios para capacitação de conselheiros da Igualdade Racial e para a conclusão dos Planos Municipais da Política de Promoção da Igualdade Racial, que será realizada em cada município.
Folha de SJB

07/11/2014

ENEM 2014: ÔNIBUS QUE LEVARÃO ALUNOS PARA SÃO VICENTE SAIRÃO ÀS 10 HORAS

=Amanhã e depois acontecem as provas do Exame Nacional do Ensino Médio em todo o Brasil. E como sempre, a Secretaria Municipal de Educação de São João Batista informou que disponibilizará ônibus para fazer o deslocamento dos alunos para a cidade de São Vicente, onde será aplicada a prova neste sábado e no domingo. De acordo com a diretora do Acrísio Figueiredo, Ana Lúcia Moreno, todos os ônibus sairão às 10 horas da Praça de Eventos.
Os alunos que moram na zona rural, como nos povoados da Região de Santana, podem esperar na localidade conhecida como Manoel Ferreira, por onde os veículos passarão. As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão realizadas neste sábado (8) e domingo (9) a partir das 13h no horário de Brasília. Como este ano o país tem, durante o horário de verão, quatro fusos horários distintos, os mais de 8,7 milhões de candidatos devem consultar o horário local. Quem chegar atrasado não poderá entrar e perde a prova do Enem.
Os portões serão abertos uma hora antes do início da prova, e fechados pontualmente no horário previsto no edital. Recomenda-se aos inscritos que cheguem aos locais de prova com uma hora de antecedência. As provas têm um total de 180 questões de múltipla escolha e uma redação. No sábado (8), os candidatos farão a prova de ciências humanas e a de ciências da natureza, ambas com 45 questões. O tempo mínimo para permanecer na sala de provas é duas horas, e o tempo máximo para resolver as questões é de quatro horas e meia. Já no domingo (9), o Enem aplica as provas de linguagens e códigos, que engloba português e língua estrangeira (inglês ou espanhol) e de matemática, além da prova de redação.
Nesse dia, a duração máxima do exame é maior: cinco horas e meia. Em ambos os dias de prova, para levar o caderno de questões, o candidato só pode sair da sala de aula nos últimos 30 minutos da prova. Para a realização das provas o candidato deverá usar somente caneta com tinta esferográfica preta e feita com material transparente. Além disso, nenhum candidato poderá entrar na sala de provas sem apresentar um documento de identificação original com foto. Quem não tiver o documento deverá apresentar boletim de ocorrência emitido no máximo 90 dias antes da data da prova e se submeter a uma identificação especial e preenchimento de formulário próprio.
QUE HORAS COMEÇA O ENEM?
Início às 10h (horário local): Desde a entrada em vigor do horário de verão em outubro, o Acre, que atualmente está pelo menos uma hora atrás dos demais estados da Região Norte, agora está três horas atrás do horário oficial de Brasília. Por isso, lá os portões serão fechados às 10h locais, e os candidatos terão até as 14h30 no sábado e as 15h30 no domingo para realizar a prova.
Início às 11h (horário local): No Amazonas, Rondônia e Roraima, estados que agora estão duas horas atrás em relação a Brasília, os portões vão fechar às 11 horas locais. Os candidatos poderão sair da prova a partir das 13h locais sem o caderno de provas. Com o caderno, a partir das 15h (sábado) e 16h (domingo). A prova terminará às 15h30 no sábado e 16h30 no domingo, sempre no horário local.
Início às 12h (horário local): No Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe), e nos estados do Amapá, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins, os portões serão fechados às 12h do horário local, os alunos podem sair sem a prova a partir das 14h, com a prova, às 16h no sábado e às 17h no domingo. A prova termina às 16h30 no horário local, sábado, e 17h30, no domingo. O Mato Grosso e Mato Grosso do Sul são estados que adotaram o horário de verão. Porém, como eles estão em outro fuso horário que o Distrito Federal, os dois estados continuam uma hora atrás do horário de Brasília. Já o Tocantins participou do horário de verão em 2012, mas nos últimos dois anos os relógios não avançaram e, portanto, o estado está uma hora atrás do horário de Brasília até fevereiro.
Início às 13h (horário local): Para aqueles que farão as provas no Distrito Federal ou nos estados que estão no horário de verão (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Espírito Santo e Minas Gerais), os portões serão fechados às 13h no horário local. Os candidatos poderão sair sem a prova às 15h, com a prova às 17h no sábado e 18 no domingo. A prova termina às 17h30 (sábado) e 18h30 (domingo).
Folha de SJB

04/11/2014

SEEJUV FORTALECE CONSELHO DE JUVENTUDE DE SÃO JOÃO BATISTA E OUTRAS CIDADES


A Secretaria de Estado de Juventude (Seejuv), tendo como foco a participação, diálogo e articulação de Políticas Públicas efetivas ,vem ampliando o fortalecimento institucional na efetivação do Sistema Estadual de Juventude no Maranhão,em vários municípios efetivando Conselhos de Juventude Bacabal,São Benedito do Rio Preto,Colinas,São João Batista,Morros,São João dos Patos dando suporte técnico junto as Secretarias Municipais de Juventude através de capacitações,palestras e oficinas de sobre o Políticas afirmativas para Juventude, a função do Conselho de Juventude,como foco o monitoramento do Plano Estadual de Juventude.
Fórum Municipal de Juventude de São João Batista
O Fortalecimento Institucional das Secretarias e Conselhos de Juventude, nos municípios, é a principal meta da Secretaria,no final do terceiro trimestre,com objetivo de diagnosticar e  participar na elaboração e na execução de políticas públicas municipais da juventude, em colaboração com os órgãos públicos municipais,Estaduais e Federais; colaborar com a administração municipal na implementação de políticas públicas voltadas ao atendimento das necessidades da juventude; cumprimento do Estatuto da Juventude que assegure os direitos aos jovens de 15 a 29 anos; fomentar o associativismo juvenil, prestando apoio e assistência, quando solicitado e estimular a participação da juventude nos organismos públicos e movimentos sociais.
Além disso, é dever do Conselho Municipal: desenvolver estudos e pesquisas relativos à juventude, objetivando subsidiar o planejamento das políticas públicas para este segmento; promover e participar de seminários, cursos, congressos e eventos temas relativos à juventude e que contribuam para o conhecimento da realidade do jovem na sociedade; propor a criação de canais de participação dos jovens junto aos órgãos municipais,com a  capacitação as instituições sobre a função de conselheiro,a importância do conselho e o papel  efetivo na proposição  dos Projetos e Programas do Governo Federal,em 2014 -2016.
Segundo Jailson Mendes, presidente do Conselho Municipal de Juventude de São João Batista, “A Seejuv,tem se desdobrado na tarefa de efetivar o Sistema Estadual de Juventude do Maranhão,a juventude de São João Batista com parceria com a SEEJUV tem uma outra visão,estamos em pleno funcionamento e com a efetivação do Conselho Municipal de Juventude em nosso município,pensar em presente na gestão da Secretaria,vemos a ousadia de sua equipe técnica é exemplo de superação”.
A Capacitação de Conselheiros de Juventude,conta com a participação do Legislativo Municipal,Prefeitura Municipal,Secretários Municipais,Conselho de Juventude e 15 organizações de juventude(grêmios,pastorais,associações etc),a participação da Secretaria,é de Ministrar as fornecer subsídios e suporte técnico,acerca dos direitos,deveres e papel relevante do Conselho Municipal de Juventude,a capacitação é ministrada pela  Assessoria  da Seejuv, Anne Priscilla Santos.” A importância da capilaridade dos conselhos de juventude são fundamentais,para o monitoramento das propostas do Plano Estadual de Juventude do Maranhão. Com informações de Seejuv.
Folha de SJB