29/07/2014

REALIZADO O I ENCONTRO DA DIVERSIDADE SEXUAL DE SÃO JOÃO BATISTA


Com o objetivo de discutir os direitos da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais), um grupo de jovens organizou no último dia 24, o I Encontro da Diversidade Sexual de São João Batista. O evento contou com a participação do Grupo Gaivota, e teve o apoio da Prefeitura Municipal. Professores, alunos, diretores, secretários, vereadores e representantes de organizações sociais participaram do encontro.
Com o tema “Cidadania, respeito e dignidade: uma conquista de todos”, o evento começou com uma mesa de abertura que teve a presença do procurador do município e representante do prefeito, Eduardo Gomes; do vereador Louro; da assessora da Secretaria Municipal de Saúde, Rosyelle Figueiredo; do coordenador do Fórum da Juventude e secretário de juventude, Fernando Santos; da chefe de Recursos Humanos, Damares; do secretário de Finanças, Marçal Everton; da assistente social Mayara Pinheiro e coordenador do Grupo Gaivota de São Luis, Airton Ferreira. Estiveram acompanhando o encontro a secretária de Assistência Social, Eliane Lacerda; o secretário de Transporte, Carlito Pinheiro e o presidente do Conselho Municipal de Juventude, Jailson Mendes.
Em todas as falas, os convidados agradeceram o convite e destacaram o papel da comunidade LGBT na sociedade, enfatizando o preconceito sofrido pelos mesmos. Para eles, a cidade de São João Batista sai na frente por trazer a discussão para os habitantes da nossa cidade. Mesmo com o número de participantes reduzido, o professor Aurélio Pinheiro, um dos organizadores, afirmou que esse foi apenas o primeiro movimento e afirmou que a ideia surgiu logo após o projeto do Fórum da Juventude, que organizou o primeiro Desfile da Diversidade Sexual do município durante o CurtFérias 2014.
Após isso, os participantes ouviram uma palestra do coordenador do Grupo Gaivota, Airton Ferreira, que falou sobre as conquistas e os desafios da comunidade LGBT na história da humanidade. “A homossexualidade já foi considerada doença mental, até que no dia 17 de maio de 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) corrigiu esse erro histórico, num caminho incompleto, rumo à igualdade entre pessoas com orientação sexual diferente”, Airton, parabenizando os organizadores pelo primeiro passo, que foi o debate em torno dos direitos de todos.
O representante ainda destacou que ainda há muito preconceito e que eles precisam ser discutidos. Para ele, é preciso que as pessoas saibam que já existem um conjunto de direitos que foram conquistados a partir de discussões e organizações de grupos, como o Gaivotas, que discutem diretamente com entidades como as Secretarias Estadual e Nacional dos Direitos Humanos. “Há muitos projetos a serem acessados para a garantia dos nossos direitos. Basta apenas sabermos como acessa-los e busca-los”, disse.
Agradecendo o convite, Airton voltou a parabenizar o grupo de jovens e disse que a luta tem que continuar. Por último os organizadores agradeceram a presença de todos e convidaram para a festa dançante, que acontecem hoje na Colônia de Pescadores, a partir das 21 horas. O I Encontro da Diversidade Sexual teve uma coordenação dos jovens Ailson Everton, Marcelo Serra, Maykon Cutrim, Rosyele Figueiredo, Salvador Aurélio e Wellington Figueiredo.
Folha de SJB

24/07/2014

CONSELHEIROS DE JUVENTUDE TOMAM POSSE EM SÃO JOÃO BATISTA







Os membros do Conselho Municipal de Juventude de São João Batista tomaram posse hoje. A cerimônia foi realizada no plenário da Câmara Municipal de Vereadores e contou com a presença de diversas autoridades e convidados. Os 32 membros titulares e suplentes receberam suas portarias, de número 120, assinada pelo prefeito municipal, Amarildo Pinheiro. Os conselheiros foram eleitos em maio deste ano, durante o I Fórum Municipal de Juventude, que definiu os representantes da Sociedade Civil e os membros do Poder Público Municipal.
Conselheiros Municipais de Juventude de São João Batista
Na abertura da solenidade estiveram presentes o presidente do Comjuv, Jailson Mendes; a vice-presidente do conselho, Mayara Pinheiro; o presidente da Câmara Municipal, Luiz Everton; a representante do Fórum da Juventude, Regiane Serra; o procurador do município e representante do prefeito, Eduardo Gomes; o conselheiro e vereador Mecinho; o secretário de Finanças, Marçal Everton; o secretário adjunto de Juventude e Cultura, Fernando Santos; e o vereador Uira Dominici. A solenidade foi acompanhada ainda pelos secretários Carlos Eduardo, Braz Serra, Carlito Pinheiro e Lourenço.
Antes das falas iniciais, o Pastor Gildo Lopes abençoou o encontro e desejou bom trabalho aos conselheiros. Já usando da palavra e abrindo o encontro, o secretário ajunto de Juventude e Cultura, Fernando Santos, ressaltou o trabalho da secretaria em prol da juventude e reafirmou o compromisso que tem feito com a categoria. Já o presidente da câmara, vereador Luiz Everton, falou sobre o apoio que a casa tem dado à juventude e desejou bons trabalhos aos 32 conselheiros. Na mesma linha e colocando o trabalho que o Fórum da Juventude teve na criação do conselho, a representante do órgão, Regiane Serra, disse que a juventude vem sendo objeto de discussão dentro do município e destacou os diversos projetos apoiados e executados pelo Fórum da Juventude.
Não diferente, o conselheiro e vereador Mecinho também usou da palavra. O parlamentar disse que está disposto a ajudar no que for possível e está pronto para discutir a política municipal de Juventude na Câmara de Vereadores. Já o representante do prefeito, Eduardo Gomes, enfatizou o apoio que a gestão municipal está dando para a juventude e destacou a criação da Secretaria Municipal de Juventude de São João Batista a partir de um debate aprofundado entre o Fórum da Juventude e a Prefeitura Municipal. Logo em seguida, a vice-presidente do conselho, Mayara Pinheiro, lembrou da tragédia nacional do Conselho Nacional de Juventude e a Política Municipal de Juventude e reafirmou o caráter fiscalizador e controlador do conselho.
Por último, quem falou foi o presidente do Conselho Municipal de Juventude, Jailson Mendes. Num discurso de quase meia hora, o jovem reviveu as demandas Fórum da Juventude desde os primeiros seis meses da administração de Amarildo Pinheiro. “É com muita satisfação que estamos hoje reunidos aqui para dar posse aos Conselheiros Municipais de Juventude de São João Batista, eleitos em maio deste ano com a missão de fiscalizar, controlar e propor Políticas Públicas que melhorem a qualidade da gestão em prol da juventude. O dia 24 de julho entra na história da nossa cidade, pois está sendo este dia em que os eleitos democraticamente pela juventude deste município e os indicados por cada secretaria tomam posse e hoje são verdadeiros e autônomos representante dos jovens de São João Batista”, disse Jailson.
Continuando, o presidente destacou os avanços da Política Municipal de Juventude em nosso município. “Fazendo uma análise criteriosa e profunda das ações administrativas voltadas para o município, deparamos com uma situação um pouco diferente dos demais municípios da Baixada Maranhense, que por sinal é uma das piores regiões do estado do Maranhão, onde muitos jovens estão a mercê dos males dos quais vocês conselheiros, convidados e autoridades sabem. No primeiro ano da administração do nosso prefeito Amarildo Pinheiro, por intermédio de uma demanda do Fórum da Juventude de São João Batista nós tivemos uma grande conquista, que foi a criação da Superintendência Municipal de Juventude, onde o nosso gestor deu nas mãos da juventude a seleção do nome para comandar os trabalhos desta estrutura do Governo Municipal. Na época, foi eleito por uma assembleia de mais de cem jovens o nosso coordenador, Fernando Santos, que desde então vem batalhando e conquistando ainda mais o respeito e a admiração deste a quem vos fala. Projetos, encontros, eventos e audiências públicas com grupos de jovens foram realizados logo após a posse do superintendente. Isso em 2013, seis meses depois da posse de Amarildo Pinheiro. Mais a juventude de São João Batista queria mais e correu atrás. Novamente através de uma demanda do Fórum da Juventude e através de um esforço natural e administrativo do nosso gestor, em junho deste ano foi criada a Secretaria Municipal de Juventude e Cultura, selando de uma vez por todas o compromisso do chefe do Executivo, que era de criar ainda em sua administração, a estrutura política e administrativa que atendesse os anseios da juventude num plano maior e que envolvesse um debate mais amplo e abrangedor desta nossa categoria da sociedade, que é a juventude”, continuou.
Por último, o presidente explanou alguns desafios a serem quebrados. “São muitos os desafios. E no meu entender é preciso que a primeira coisa a ser feita é acabar com a ideia de que a Secretaria Municipal de Juventude e Cultura é um Departamento de Promoção de Eventos, responsável apenas pela realização do Carnaval, Aniversário da cidade e dos Festejos Juninos. É preciso entender que o jovem de hoje quer mais e esse mais passa pela oportunidade de trabalho, de qualificação e profissionalização para que ele encare o mercado de trabalho de forma competente e sem medo. Além disso queremos políticas públicas que combatam os males que ainda assolam nosso município, bem como o Brasil inteiro. As drogas tem sido instrumentos de passa tempo e de ocupação de muitos de nossos jovens, que embalados pela ideia de que não tem nada pra fazer, entram neste mundo, do qual na maioria das vezes acaba atrás de um sela de cadeia. Falando nisso, recentemente sjb foi destaque, quando figurou entre os três municípios do Maranhão que mais interna viciados em drogas. Este é, sem dúvida um desfio a ser combatido por nós conselheiros municipais, através da fiscalização e controle que teremos na implantação e execução da gestão pública. Uma outra demanda é a criação do Plano Municipal de Juventude e a realização da Conferencia Municipal de Juventude”, terminou Jailson Mendes agradecendo o apoio total e incondicional do prefeito Amarildo Pinheiro.
Logo após, os conselheiros presentes receberam das mãos das autoridades as portarias e posaram para as fotos. Para terminar a reunião, os conselheiros discutiram questões de reuniões, capacitação e encontros. Confiram as fotos…
[
Folha de SJB

23/07/2014

NOSSA HOMENAGEM AO JOANINO MESTRE APOLÔNIO, QUE ANIVERSARIA HOJE

Mestre Apolônio
Um dos mais antigos cantadores de bumba meu boi do Maranhão, Apolônio Melônio completa hoje 96 anos de idade. As homenagens acontecerão à noite, iniciando com Missa em Ação de Graças, às 19h30, na Igreja de Santo Expedito (Liberdade), seguida de exibição de um documentário em homenagem ao Boi da Floresta, em frente a sua sede, na Rua Tomé de Sousa, no mesmo bairro. A Missa em Ação de Graças terá cânticos entoados em ritmo de bumba meu boi, segundo adiantou a esposa de Apolônio Melônio, Nadir Olga Cruz. Da missa, participarão familiares e amigos do homenageado. Foram convidados cantadores de bumba meu boi de sotaque da Baixada e de outros sotaques, como Humberto de Maracanã (Boi de Maracanã, sotaque de matraca), e também autoridades, como a governadora Roseana Sarney e a secretária de Estado da Cultura, Olga Simão. Lá, também estarão alguns amigos de Melônio, os quais, assim como ele, estavam no navio Maria Celeste, em 1954, quando este pegou fogo na Baía de São Marcos, a 500 km da costa.
Em frente à sede do grupo folclórico, o aniversariante irá partir o bolo alusivo à data, e em seguida será exibido o documentário intitulado Brincando na Floresta, de autoria da jornalista, produtora, cineasta e roteirista de TV Gisele Bossard. O trabalho aborda, de uma forma geral, a história do Boi da Floresta e da comunidade onde a manifestação nasceu: o bairro Liberdade. O filme tem como subtítulo A floresta do Mestre, em alusão ao lugar de onde vem sua riqueza, suas alegrias e seu alimento, de acordo com a autora. Envolvimento – Segundo as pesquisas de Bossard, Apolônio Melônio começou a se envolver com bumba meu boi aos 8 anos de idade e hoje, como afirma ele próprio, ainda aprende. Na opinião de Nadir, o documentário é o retrato fiel da realidade do trabalho realizado na comunidade e da história do Boi da Floresta. “O mais interessante é que o documentário tem a participação de um jovem da comunidade que participa dos nossos projetos”, destacou Nadir, referindo-se a projetos sociais, tais como o Ponto de Cultura, incentivado pelo Governo Federal, onde são oferecidas oficinas de inclusão digital e uma biblioteca para incentivo à leitura. Há ainda um museu comunitário que conta a história da manifestação folclórica.
No Boi da Floresta, Apolônio Melônio começou em 1926, ou seja, são quase 90 anos de intensa dedicação à manifestação folclórica. Apesar da idade avançada, o “mestre” está lúcido e como todo ancião, a memória antiga é mais aguçada. No São João deste ano, ele chegou a se deslocar com os brincantes do boi para algumas apresentações em arraiais, mas não abusou, conforme Nadir. “Ele foi, mas apenas em algumas, pois não pode abusar da saúde. Aliás, ele ainda é o presidente do grupo”, revelou, ratificando que além do bumba meu boi, a comunidade mantém ainda um grupo de tambor de crioula. Em 1946, em São Luís, Apolônio Melônio fundou o Boi de Viana, no qual permaneceu até 1959. No ano seguinte, com os companheiros Coxinho, Cobrinha, Lucílio e Domingos Melônio, criou o Boi de Pindaré, que deu origem a alguns dos mais importantes grupos de sotaque da Baixada. Em 1972, deixou o Pindaré para trás e fundou o Bumba Meu Boi da Floresta, que, mais tarde, iria se tornar Boi da Floresta de Apolônio Melônio. Em 2007, o Ministério da Cultura reconheceu sua importância para a arte popular maranhense e brasileira, escolhendo-o como um dos selecionados no Prêmio Culturas Populares – Mestre Duda 100 Anos de Frevo.
HISTÓRICO DO MESTRE APOLÔNIO
Mestre Apolônio começou a brincar em grupos de bumba-meu-boi ainda criança, na região da Baixada Ocidental Maranhense. Foi no povoado Teles, em 1926, nos limites do município de São João Batista, que, aos oito anos, deu os primeiros passos com o bumba-meu-boi Rabanete. Em 1946, já em São Luís, fundou o Boi de Viana, no qual permaneceu até 1959. Ano seguinte, com os companheiros Coxinho, Cobrinha, Lucílio e Domingos Melônio, criou o Boi de Pindaré, que deu origem a alguns dos mais importantes grupos de sotaque da Baixada.
Apolônio Melonio ganha homenagens por data especial em sua vida nesta quarta-feira
Em 1972 deixou o Pindaré para trás e fundou o Bumba-meu-boi da Floresta, que, com o passador do tempo, tomou o nome de Boi de Apolônio. Em 2007, o Ministério da Cultura reconheceu a importância de Mestre Apolônio para a arte popular maranhense e brasileira, escolhendo-o como um dos selecionados no Prêmio Culturas Populares – Mestre Duda 100 Anos de Frevo. O valor do prêmio foi revertido para o tratamento de saúde do mestre que sofre de polineurite – doença que causa dores, inflamações e alterações sensoriais nas mãos e nos pés.
Em 2007, o Boi da Floresta desenvolveu um projeto social composto por três oficinas destinadas à comunidade. Ofereceu, durante um ano, cursos de caretas de cazumbá – máscaras usadas nas apresentações dos bois –, bordado tradicional e produção de indumentárias. Hoje desenvolve trabalhos sociais voltados para a comunidade como inclusão digital e leitura com o Projeto Floresta Criativa. Em novembro de 2011, na cidade de Recife, Pernambuco, o mestre da Cultura Popular  Apolônio recebeu a Ordem do Mérito Cultural a maior honraria do governo federal concedida aos artistas brasileiros.
Mestre Apolônio dedica-se também ao tambor de crioula: “Quando termina a matança do boi, tem o tambor de crioula em homenagem a São Benedito. Eu sempre botava outro tambor, então resolvi criar o meu e, graças a Deus, deu certo”.

Folha de SJB

21/07/2014

SEBRAE E SECRETARIA DE AGRICULTURA OFERECEM CURSOS PARA AGRICULTORES E PRODUTORES DE SJB

A Secretaria Municipal de Agricultura, o Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) firmaram parcerias para oferecer aos agricultores e produtores de São João Batista o Curso do 'Negócio Certo Rural'. Para isso foi realizado na ultima semana um encontro entre a coordenação do Sebrae, agricultores e produtores rurais e a Secretaria Municipal de Agricultura, sob o comando do secretário Zé de Beija.
O objetivo da reunião foi a apresentação do programa. De acordo com as informações, é um programa de autoatendimento oferecido gratuitamente pelo Sebrae. Ele atende tanto pessoas que buscam orientações práticas na abertura de novos negócios, quanto empresários que já possuem uma empresa e desejam avaliar suas estratégias e melhorar a sua administração.
O secretário informou ao Portal Folha de SJB, o curso começará no dia 26 deste mês, na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da cidade, e começará a partir das 8 horas da manhã. Zé de Beija também informou que as inscrições de qualquer pessoa interessada podem ser feita na sede da secretaria, na Avenida Getúlio Vargas, em frente à Lan House Talox, de segunda a sexta-feira.
"O Negócio Certo Rural é um programa gratuito de capacitação em planejamento e administração de pequenos negócios rurais. Auxilia os participantes tanto na melhoria de negócios existentes como na implantação de novas atividades. O objetivo é estimular que os empreendedores rurais inovem em produtos e serviços já existentes nas propriedades e até mesmo na criação de novas oportunidades como, por exemplo, investir no turismo rural, um negócio estratégico para o campo", disse a coordenadora do Sebrae, Rosa Amélia.
O programa apresenta conceitos, dicas, exemplos e tarefas práticas para que o estudo seja agradável e para que o empreendedor rural possa relacionar o que está estudando com a prática de sua rotina na propriedade. As tarefas práticas envolvem a realização do diagnóstico da propriedade, identificação de novas ideias de negócio a partir de sua realidade e das potencialidades da região, buscar informações para avaliar as ideias e elaborar um plano de negócios.
"A metodologia do programa foi ambientada para o universo agrícola, visando orientar o produtor a identificar áreas de investimento, analisar a viabilidade do negócio, elaborar plano de negócio e gerenciar o empreendimento. A iniciativa busca motivar os jovens para revitalizar suas propriedades rurais e/ou descobrir os empreendimentos viáveis que estão ao seu alcance, como fruticultura, floricultura, mel, piscicultura, pequena agroindústria artesanal etc", finalizou.
Folha de SJB

17/07/2014

MUNICÍPIO TERMINA JUNHO COM QUASE DOIS MILHÕES RECEBIDOS DO GOVERNO FEDERAL

Somando os repasses da União, somente em junho, o estado do Maranhão recebeu da união R$ 401.627.009,26. Além disso, o estado arrecadou mais R$ 403.059.624,34 com os impostos estaduais.
Já os municípios maranhenses receberam da União R$ 478.236.159,87 no mês de Junho. Veja abaixo a parte que cada Município recebeu deste valor transferido pela União no mês de Junho.
Segundo o Ministério Público de Contas do Maranhão, a cidade de São João Batista recebeu quase 2 milhões de reais. Foram repassados ao município 1.774.009,89 reais. Confiram…
São Benedito do Rio Preto 1.786.670,16
São Bento 2.741.080,05
São Bernardo 2.105.293,32
São Domingos do Azeitão 705.788,37
São Domingos do Maranhão 2.610.382,82
São Félix de Balsas 542.173,43
São Francisco do Brejão 887.448,75
São Francisco do Maranhão 913.520,03
São João Batista 1.774.009,89
São João do Carú 1.718.173,46
São João do Paraíso 1.028.293,70
São João do Soter 1.847.042,71
São João dos Patos 1.779.672,94
São José de Ribamar 8.798.746,82
São José dos Basílios 706.114,02
São Luís 44.060.753,49
Folha de SJB

12/07/2014

CONFIRAM OS VÍDEOS DOS DESFILES DA GAROTA E GAROTO CURTFÉRIAS DE TODAS AS EQUIPES