18 de mar de 2010

BATISTA AZEVEDO ESCREVE ARTIGO SOBRE O ACIDENTE NA AVENIDA GETÚLIO VARGAS

O ex secretário de Educação da cidade de São João Batista escreveu ontem uma matéria sobre o acidente de ontem na avenida Getúlio Vargas. A matéria propôe construções de mais estradas e um investimento em infraestrutura. Sobre o acidente, a Agência de Comunicação Educativa de São João Batista falou ontem com a Equipe de Redação da Agência. Segundo ele o acidente aconteceu perto do comércio Pinheiro e Filhos, por volta das 3 horas da madrugada de ontem. Confira o artigo de João Batista Azevedo.

"Há muito se vem falando do tresloucado trânsito em São João Batista. Comparei certa vez com os subúrbios da Índia ou como os mercados do Marrocos, onde se vêem transeuntes, carros, bicicletas, elefantes, vacas, etc., num vai e vem descomunal. No nosso caso, não temos elefantes, mas temos uma quantidade exagerada de motocicletas, cavalos, jumentos, carroças, bicicletas e muitos outros bichos de chavelhos.
Em São João Batista as leis de trânsito são algo utópico, pois a maioria dos que se arriscam em dirigir não têm carta de habilitação. Diz-se “arriscam em dirigir” porque a maioria, na verdade, não sabe dirigir, não conhece “direção defensiva”, muito menos a noção do “risco” que provocam aos pedestres, sobretudo aos mais idosos.
O mais grave disto tudo é que o poder público, as autoridades constituídas do município, no caso os Vereadores, o Prefeito, o Ministério Público e o juiz, não levantam suas vozes ou exigem ações disciplinadoras para tamanho descaso. No caso das últimas autoridades talvez lhes faltem mais permanência na cidade, mais convivência com o povo. Quem sabe, saber como são os finais de semana (as sextas, os sábados e os domingos)
Já é hora destas autoridades deixarem de assistir “impassíveis” o massacre da nossa população. Medidas urgentes devem ser tomadas, sob pena de vermos a cada dia sucumbirem os mais desprovidos.
Novas vias públicas devem ser abertas, um novo traçado urbanístico se faz necessário.
Além disto, é preciso fiscalizar, exigir, fazer cumprir as leis de trânsito. Exigir a regularização dos veículos talvez seja o primeiro passo.
Ou se faz algo, ou outros acidentes fatais vão continuar a acontecer. Hoje, foi Zé de Anta, amanhã que sabe..."

Fonte: jbazevedo.blogspot.com

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

0 COMENTÁRIO:

Postar um comentário