17 de out de 2010

CASO KAROL: ARMANDO PACHECO FALA SOBRE O DESAPARECIMENTO DE KAROL

O delegado de Policia Civil da cidade de São João Batista escreveu um comentário neste blog sobre o desaparecimento da Karolline Costa, jovem que desapareceu de sua casa no mês de agosto.
No seu comentário, o delegado Armando Pacheco diz que está trabalhando a todo vapor no caso e diz que algumas pessoas opinam sobre o caso para se auto-promover. Confira o comentário que o delegado nos enviou.
"  Caro editor, lendo essa reportagem e tantas outras sobre o caso em tela, fico cada vez mais admirado com as fantasias criadas por algumas pessoas em cima de fatos objeto de investigação criminal em São João Batista/MA, em especial o desaparecimento da adolescente Karolainny. Fico imaginando se isso não seria uma tentativa de auto promover-se valendo-se da desgraças dos outros, mas deixa pra lá, cada qual diz o que quer. Quanto ao fato em apuração, até o presente momento não há nada de concreto a cerca do paradeiro da menor, muito menos pistas sobre onde estaria, caso contrário, com certeza já a teríamos trazido devolta, de onde quer que estivesse. Desde o dia 26/08/2010, estamos investigando ininterruptamen te o caso, que ganhou prioridade em detrimento das demais investigações em curso, instauramos Inquérito Policial, mas como qualquer Orgão Público, temos limitações tecnológicas, de recursos humanos e até fisicas. Como caso requer esclusividade em sua apuração, solicitamos uma equipe de policiais à SSP e hoje encontra-se no município um Delegado, um escrivão e dois investigadores trabalhando diuturnamente no caso. Agora, posso voltar a me preocupar com os outros problemas que assolam o convivio social pacífico de São João Batistao . Ou alguém acha que deveri­amos esquecê-los em prol de um algum problema??? Deixo ai a indagação aos Senhores e Senhoras." disse o delegado Armando Pacheco.
É importante colocar que a Agência de São João Batista ao colocar as matérias aqui publicadas falou com a delegacia da cidade, e que por está ocupado, o delegado não pode nos atender. Também criticamos a forma como o caso está sendo investigado. Policia Civil e Ministério Pública ainda não deram uma resposta a sociedade. A familia e todos de São João Batista pedem justiça. Mais informações no Twitter da Agência de São João Batista- @agenciasjb .

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

0 COMENTÁRIO:

Postar um comentário