4 de dez de 2013

FÓRUM DA JUVENTUDE LANÇA CAMPANHA NATAL SEM FOME EM SÃO JOÃO BATISTA, PARTICIPE

O Instituto de Formação de Jovens de São João Batista (Fórum da Juventude) lançou esta semana a Campanha Natal sem Fome na cidade. O projeto visa arrecadar alimentos não perecíveis para serem doados às famílias carentes do nosso município e tem parcerias firmadas entre escolas, igrejas, associações e entidades de classes.
O lançamento foi durante uma reunião da Coordenação Geral do Fórum da Juventude, realizada ontem. De acordo com o coordenador administrativo do órgão, Fernando Santos, a campanha vai abranger toda a sociedade joanina. "Estaremos pedindo a colaboração de todos os nossos movimentos sociais e acreditamos que podemos fazer um natal sem fome em São João Batista", disse.

Hoje os coordenadores da campanha visitaram as escolas 'Marly Sarney' e 'Complexo' lançando a campanha. O projeto pretende levar cestas básicas a comunidades carentes da cidade e os locais de arrecadações são as escolas citadas acimas e os outros espaços, que iremos atualizando diariamente. Você pode também doar ou deixar sua doação direto no prédio do Fórum da Juventude.

Está sendo arrecadado um quilo de alimento não perecível. Contribua, sua participação é muito importante. Contatos: Fórum da Juventude (3359- 1362), Fernando Santos (84049885), Maximo Freitas (84506310) e Jailson Mendes (84123226).

Folha de SJB
O que você achou?

8 COMENTÁRIO:

  1. eu gostaria de saber se a gente pode doar para os funcionarios da prefeitura ,aqueles que estao a alguns meses sem receber seus pagamentos.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkk ótimo comentário acima.. Quem precisa de alimentos são os pobres funcionários da prefeitura que não recebem nem os 150 reais há meses, esses sim terão um Natal bem magrinho, sem peru, sem tender, sem rabanada kkkkkkk
    Mas se precisarem de uma cesta básica, por favor, cobrem dos seus vereadores, afinal, vcs os elegeram né? Voto é voto, bebê! Bjs fui

    ResponderExcluir
  3. vou deixar uma dica pessoal, seria ótimo passar nas escolas e pedir a merenda que está nos depósitos, e começar a distribuir aos próprios alunos, ATÉ PORQUE NÃO ESTÁ SENDO FEITA MESMO OU VÃO DEIXAR PASSAR A VALIDADE?

    ResponderExcluir
  4. É uma pena pois o natal só acontece uma vez por ano. E AI OS (VOLUNTÁRIOS) DA PREFEITURA, QUE TERIAM DE RECEBER 150 REAIS VÃO ESPERAR ATÉ O PRÓXIMO ANO?

    ResponderExcluir
  5. A propósito dos comentários acima, sendo verdadeiros, é por demais lamentável. Se tivessemos um prefeito que nas suas origens fosse "remediado" e desconhecesse a realidade do Município, até seria compreensível. Ocorre que o atual chefe do Executivo, se o conheço um pouco, também nasceu em berço "simples", cresceu fazendo as mesmas coisas que faz todo adolescente de uma cidade "pacata", embora, acredito, não tenha frequentado as antigas fábricas de "pilar" de arroz, na busca de xerém. Portanto, mesmo que prefera ignorar, tem na sua consciência as dificuldades por que passam as famílias pobres. Salário, saúde, escola, lazer são direitos constitucionais. Merenda escolar é SAGRADA, principalmente àqueles que não têm lugar em nenhuma hospedaria. Por oportuno, faço lembrar, sinônimos como fraternidade, solidariedade, partilha, doação estão acima de qualquer direito. É Natal!

    ResponderExcluir
  6. ESSE É O GOVERNO DO (DES)COMPROMISSO E (IR)RESPONSABILIDADE. KKKKK

    ResponderExcluir
  7. Seria muito bom se o Léo Pinheiro vendesse a Hilux dele e doasse o dinheiro para as pessoas carentes do município de São João Batista, dessa forma muitos teriam um Natal sem FOME.

    ResponderExcluir
  8. aqui em são joão é natal com muita fome pois ninguem tem dinheiro pra nada, esse prefeito amarildo não paga quem ta vivo

    ResponderExcluir