12 de jun de 2012

TERCEIRA VIA: QUEM SERÁ O CANDIDATO?

Enquanto Zequinha Soares se articula para "fechar" com um bom vice pra Surama Soares; Amarildo Pinheiro faz os últimos acordos com Serginho Castro para lança-lo como vice e Zé Abreu procura, também, um vice; pras bandas da Terceira Via, a coisa ainda não está nada decidida.

Recebi uma informação de que o candidato pode ser definido ainda hoje. Uma reunião está marcada pra ser realizada na casa do deputado Jota Pinto. Os pré-candidatos Luiz Figueiredo, Willame Barros, Carlos Figueiredo e Washington Cotrim devem comparecer no encontro.

Mas no meio disso tudo surge uma pergunta: Quem será o candidato da Terceira Via ou, como eles chamam, "Frente da Esperança em prol de São João Batista? Esta é a pergunta que não quer calar. E tem mais uma pergunta. Qual será o critério já estabelecido para a escolha do "home" da Terceira Via?

Um dos critérios, ao meu ver, deve ser as pesquisas de intenções de votos. E aqui em São João Batista já foram feitas muitas. Só que alguns dos pré-candidatos estão reclamando que as consultas "públicas" estão acontecendo só em determinado povoados.

Por isso, recebi uma ligação ontem de um certo pré-candidato já conhecido, e muito, por nós. Ele se queixou de que determinados institutos de pesquisas estão apresentando como opção apenas três candidatos. E os outros já desistiram? Pelo que sei ainda não.

Na Terceira Via, desde sua criação, os membros estão fazendo pesquisas eleitorais pra saberem qual foi o impacto da decisão tomada por Carlos Figueiredo, Luiz Figueiredo, Washington Cotrim e Willame Barros. Ouvir dizerem que os Dominici e Amarildo Pinheiro, também querem saber disso.

Pesquisas estão sendo divulgadas nos bastidores, mas nenhuma publicamente por que não estão sendo registradas no TRE.

Como a Legislação Eleitoral não permite divulgar pesquisas sem estarem devidamente registradas no Tribunal  Regional Eleitoral do Maranhão, não podem serem citados os institutos, nem quem as encomendou e nem os dados. A saber, nenhuma pesquisa realizada aqui na cidade, foi até agora, registrada.

Só sei que os dados estão causando murmurinhos nos Bastidores da Política de São João Batista. Por outro lado como as pesquisas não foram registradas, não podemos fazer nenhum cogitação sem antes verificar a veracidade dos fatos.

Só que, por enquanto, ninguém ainda não desistiu da ideia de ser o escolhido do grupo e assim ser o candidato a prefeito. Washington Cotrim, Luiz Figueiredo, Carlos Figueiredo e Willame Barros trabalham dia e noite para viabilizarem seus nomes.

O comunista Washington Cotrim, aconselhado pelos seus coordenadores de campanha, Murilo Corrêa e Toninho Soares, procura de todos os modos ser uma opção pra cidade. Dono de um grupo formado por quatro vereadores e lideranças comunitárias, Cotrim está firme e pode não desistir. Washington é filiado no Partido Comunista do Brasil e empresário. Cotrim também é o atual vice-presidente do Moto Clube de São Luis. 

Já o ex-prefeito Luiz Figueiredo conta com um grupo fiel e uma experiência política de dar inveja em qualquer gestor público. Luiz é filho de um dos maiores políticos da História de São João Batista, Chiquitinho Figueiredo. Figueiredo já ocupou diversos cargos públicos e hoje é um dos mais preparados para administrar a cidade. Por tudo isso, Luiz também é um bom nome.

Depois vem Willame Barros. Um dos maiores incentivadores da Cultura Popular na cidade. Mostrou isso na "Piracema" e comando do Boi Sanfonado de São João Batista, tem ideia. Ele foi o primeiro a propor a criação da Secretaria Municipal da Juventude e a Secretaria Municipal de Segurança Pública.

Barros é filiado no PSDC e tenta viabilizar, assim como os outros, seu nome para compor a chapa que disputará as eleições no mês de outubro. E por ultimo vem o atual vice-prefeito, Carlos Figueiredo, que rompeu com a atual prefeito no final de 2010.

Carlos é analista judiciário e ocupou a Secretaria Municipal de Saúde, antes de romper com Surama. Também é ex-presidente da Associação dos Funcionários da Justiça do Estado do Maranhão e é o presidente do PMDB, partido da Roseana Sarney. Hoje se coloca também como pré-candidato a prefeito.

Vale ressaltar, que logo no inicio todos eles eram candidatos do Grupo Eduardo Dominici, mas dois dias antes de Dominici anunciar o nome de Amarildo como candidato, os quatros largaram e criaram a Terceira Via em São Luis.

Partindo disso, como os outros pré-candidatos também ainda alimentam esperanças de serem eles os candidatos, não sei quais critérios deverão ser estabelecidos para que se chegue a um consenso. O certo é que cada um está articulando suas bases políticas para ganhar a indicação. 

Fonte: Blog do Jailson 

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA
O que você achou?

0 COMENTÁRIO:

Postar um comentário