18 de set de 2010

12 ANOS DA MORTE DE CHIQUITINHO FIGUEIREDO

Este blog abre este espaço para prestar uma homenagem para aquele que, quando vivo, fez muito pela cidade de São João Batista. Estamos falando de Francisco Ferreira Figueiredo, o saudoso Chiquitinho Figueiredo.
Hoje pela manhã o seu filho, Luis Figueiredo, presidente da Rádio Beira Campo FM, discursou em homenagem a seu pai. A Família Figueiredo foi muito importante no processo de emancipação política da cidade de São João Batista, elegendo 05 prefeitos, até o fundador da cidade era da família.
A cidade foi fundada por seu pai, Major Raimundo Marques Figueiredo. Logo em seguida, Merval Marques Figueiredo foi eleito o primeiro prefeito de São João Batista, dando início a emancipação da cidade.
Já Chiquitinho Figueiredo era prefeito de São Vicente Ferrer. Eis aqui algumas de suas maiores obras, quando prefeito. Temos certeza que São João Batista está de luto neste dia. Este dados estão contidos na história de criação da cidade.
"O pioneirismo sempre foi uma característica de Francisco Figueiredo, que quando prefeito de São Vicente Ferrér, pela segunda vez em 1951, levou para lá o primeiro caminhão, dando início então a uma nova era na área dos transportes, partindo daí para abertura das primeiras estradas, construídas pelo braço dos trabalhadores, ligando os municípios de São João Batista a São Vicente Ferrer, Matinha, São Bento indo até aos limites do município de Pinheiro.
Os principais aviões foram trazidos a São joão Batista por Francisco Figueiredo, que construiu as primeiras pistas de pouso. Era grande o movimento de aeronaves do tipo teco-teco e em meio de muito entusiasmo e festividades as pessoas tinham oportunidade de passear em vôos rápidos sobre a cidade. Foi daí que surgiram as primeiras linhas de taxi aéreo, tendo prestado grandes serviços a comunidade local.
As cidades de São Vicente Férrer e São João Batista tiveram implantadas as suas primeiras rêdes de distribuição de energia nas administrações do prefeito Francisco Figueiredo e Merval Figueiredo, funcionando com motores à diesel adquiridos pela prefeitura. A intalação da luz elétrica no Porto da Raposa foi também realizada pela Família Figueiredo, fucionando até quando foi implantado em caráter definitivo a rede implantada pela CEMAR com energia de boa esperança. A rede elétrica da sede do município foi implantada na administração do prefeito Luis Figueiredo que solicitou ainda junto à CEMAR, a eletrificação do povoado Olinda dos Castros, a qual foi implantada na administração do prefeito Jorge Figueiredo. "
Mais informações nos Livros "Familia Figueiredo" e "Perfil de São João Batista" de Raimundinho de Corina. Informações no Twitter da Agência de Comunicação de São João Batista- @agenciasjb .

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

3 COMENTÁRIO:

  1. Boa tarde caríssimos companheiros é com imenso pesar que hoje por curiosidade digitei o nome de Chiquitinho que por sinal nos anos 80 estive em são joão batista, para visitá-lo. Meu nome é Fábio Botelho Figueiredo, sou do Rio de Janeiro. Meu Pai se Chama Raymundo Paulo Caldas Figueiredo, meu avô se chamava Raimundo Figueiredo. Meu tio-avô se chamava Marques era militar também e morava aqui no RJ, foi através dele que chegamos a esta cidade. Um grande abraço, Fabio B. Figueiredo.

    email: fbotelhofigueiredo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Lembrei-me de uma frase que vi escrita num muro de uma casa.

    "Chiquitinho é fogo, o resto é fumaça"

    Li quando foram nos buscar no porto em uma brasilia se não me falha a memória era cinza ou esverdeada, era o unico carro da cidade...

    abraços, Fábio B. Figueiredo

    ResponderExcluir
  3. sao joao batista ma e sao vicente de ferrer ma terras e cidades co irmas vizinhas e com travos familiares da grande familia figueiredo abracos do tb figueiredo marco figueiredo saudades acrisio marques figueiredo e isidia serra figueiredo

    ResponderExcluir