14 de nov de 2011

POUCAS E BOAS DO BATISTA AZEVEDO

AGORA LASCOU DE VEZ... (I)

O que estava ruim ficou pior.
É assim que alguns munícipes estão considerando o tratamento dado aos pacientes que procuram o Hospital de São João Batista, pela Diretora do Hospital, uma senhora conhecida apenas como Dona Ricarda. Muitas são as reclamações de atos de grosseria praticados pela autoritária Diretora. O mais recente desses atos grosseiros, que provou a incapacidade desta senhora para o exercício da função que ocupa, atingiu moralmente a funcionária pública, professora Creusa Lindoso e a jovem Ângela Santos.  Moradoras da área dos campos, ambas com fraturas nos braços, após procedimentos preliminares, foram encaminhadas para o Hospital de São Vicente de Férrer , onde passariam por exames ortopédicos mais especializados.
Quando ambas se encontravam no interior da ambulância, eis que surge a toda-poderosa “Dona Ricarda”, e em tom exaltado, ordena que ambas deixem o interior da ambulância e busquem outro meio de transporte para levá-las até o município vizinho de São Vicente.

AGORA LASCOU DE VEZ... (II)

O fato altamente constrangedor ganhou proporções públicas. Deixou chateada toda a classe de servidores públicos, principalmente os professores, companheiros de trabalho e amigos da professora Creusa, os quais sentiram na própria carne o peso de tal constrangimento, quando do uso de seus direitos como cidadão. Lideranças políticas que também atuam na área dos Campos ficaram indignadas com o tratamento dispensado pela autoridade-mor do único hospital de São João Batista.
A professora prometeu levar o ocorrido até as barras do Ministério Público. Diz que abrirá processo por “constrangimento e danos morais”.
Esse é um dos grandes erros de administrações municipais que colocam em cargos estratégicos, pessoas que não conhecem o povo do lugar. E essa foi a decepção maior. A professora Creusa foi destratada por quem deveria tratá-la bem, independente de ser ou não conhecida, afinal esse deve ser o procedimento nas casas de saúde e hospitais.

AGORA LASCOU DE VEZ...(III)

O mais constrangedor e excludente ainda estava por vir!
Após buscar outra forma de transporte para levá-la até o município de São Vicente de Férrer. E quase no mesmo instante que assim chegara àquele município, também chegara na referida ambulância a toda-poderosa Dona Ricarda. Tal situação prova que a ambulância que deveria prestar socorro ao povo que dela necessita, atende a outros interesses, conforme a ordem e o bem-querer da “Toda-poderosa Dona Ricarda”, a super-diretora do Hospital Municipal de São João Batista.

TORRE DE BABEL

Dizem que lá pras bandas da Prefeitura e principalmente entre os Secretários e os assessores do poder central, as coisas não andam muito bem. Ninguém se entende. Tá uma verdadeira “Torre de Babel”. E assim, entre quedas e escorregões vai-se a administração que um dia uniu a esperança e a vontade de ser diferente. 




NA CONTRAMÃO DA ATUALIDADE

Um grande figurão da política de São João Batista, do alto de sua visão já um tanto míope para a realidade atual, disse em conversa com um neófito da política joanina, que “os blogs” não representam nenhuma força na opinião das pessoas. Disse que pouco menos de 10% ler ou sabe o que é blog, ou qualquer outro instrumento da rede social.
Não sabe o referido cidadão que os blogs voltados hoje para as notícias da nossa cidade são lidos e seguidos por quase a totalidade dos jovens estudantes, professores, intelectuais, sindicalistas, profissionais liberais, pelos militantes políticos, pelos joaninos que embora distantes do torrão natal, têm a oportunidade de acompanhar o que se passa pelas bandas daqui.
Para provar a quanto anda na contramão da atualidade o nosso “figurão”, basta ver as estatísticas do número de acessos dos principais BLOGS de São João Batista. Fonte: Batista Azevedo.
 
EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?