4 de ago de 2012

ORGULHO JOANINO: CONHEÇA A INVENÇÃO DE RAIMUNDO NONATO CUTRIM

Em meio a inúmeros trabalhos, pesquisas e invenções que foram expostos na 64º Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, na UniversidadeFederal do Maranhão (UFMA), o médico sanitarista e cronista de O Imparcial Raimundo Nonato Cutrim aproveitou o momento para mostrar para a comunidade e aos profissionais de diversas áreas o "machado ortopédico". Uma máquina que serve para a quebra do coco babaçu, sendo totalmente manual.  

Raimundo Cutrim faz demonstração do
Raimundo Nonato Cutrim de São João Batista
Morador da Baixada Maranhense, da cidade de São João Batista, e desde os 7 anos de idade indo ao campo para quebrar coco babaçu, Raimundo Cutrim, melhor dizendo, professor Cutrim, como é conhecido no mercado de trabalho e na Universidade Federal relatou que ainda na infância tinha o desejo de inventar uma máquina que poderia servir para melhorar o trabalho no campo, principalmente, das pessoas que trabalham como a quebra do coco.

Há dois meses, Cutrim, em São Luís, conseguiu inventar o "Machado Ortopédico". Esta máquina possui uma base de ferro e na parte superior há uma lamina do machado. Ele falou que a pessoa utilizando essa máquina tem a capacidade de quebrar o coco babaçu de forma manual, mas, sem prejudicar a coluna. Pois, no momento, as pessoas sentam no chão e passam horas em uma posição, na maioria das vezes, desconfortável, que no futuro provocará doenças, dentre as quais a lordose.

O Machado Ortopédico é um aparelho barato, segundo Cutrim, custando apenas R$ 100. Ainda não foi patenteado, segundo o inventor, "porque no momento o objetivo é proporcionar melhor trabalho para os quebradores de coco, no interior do estado".

Além dessa máquina, Cutrim também exibiu as suas outras invenções como a máquina de quebrar tucum, produção de farinhas como de peixe, mesocarpo do coco babaçu, mandioca e até mesmo vaselina para rachaduras nos pés. "A máquina do tucum quebra mais de 180 tucuns ao mesmo tempo e pode servir, no futuro, para a fabricação de ração para animais", diz o inventor. Fonte: O Imparcial.

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

0 COMENTÁRIO:

Postar um comentário