11 de out de 2011

ALUNOS INTERDITAM ESTRADA DO POVOADO ROMANA


O Blog, mas uma vez, foi acionado hoje pela manhã para cobrir um ato de protesto contra as condições dos ônibus escolares da cidade de São João Batista. O protesto já foi publicado nos blog São João Batista em Foco e no Blog do Luis Cardoso.
Segundo informações de nossa Equipe de Reportagem, alunos interditaram a estrada que liga os povoados de Romana, Santana, Olinda e Cruzeiro. Os alunos não deixaram nenhum veículo circular na estrada, atearam fogo em pneus e protestaram contra a situação dos ônibus escolas e da estrada do povoados que  os ligam a sede de São João Batista.


"Na sexta feira o ônibus que levava os alunos de Santana veio derramando óleo até o povoado Vertente, só parou o vazamento quando o tanque de combustível se soltou do veiculo e ficou no meio da estrada" disse um aluno. Há informações de que um aluno apanhou de um policial. O blog já conseguiu falar com a secretária de educação, Cleana Santos Jacinto, que explicou a atual situação em que levou os alunos a protestarem. O texto será publicado ainda hoje neste blog. 
Diversos políticos, moradores e alunos falaram sobre o caso, que foi parar até na Rádio Mirante. O pré-candidato Willame Barros falou durante um programa de rádio sobre a situação. Para ele o fato está assolando a comunidade e nínguem faz nada. O blog recebeu o texto do ex-vereador Assis Araújo. O texto é de responsabilidade do autor. Confira. 



TEXTO DO VEREADOR ASSIS ARAÚJO: ACABOU A PACIÊNCIA


Assis Araújo
A manifestação feita hoje pelos estudantes do povoado Romana zona rural de São João Batista, tem uma razão incontestável: há mais de um ano eles vêm sofrendo prejuízos pela falta de transporte escolar, merenda e outros direitos não solucionados pela prefeita Surama Soares, que segundo a população é uma atitude de vingança da prefeita por ter sido derrotada nas urnas de toda aquela região nas eleições de 2008.
Por não ter havido solução, os alunos resolveram bloquear a estrada que dar acesso a diversos povoados, no sentido de chamar a atenção principalmente das autoridades como, ministério público e poder legislativo, que estão vedando os olhos para esta situação absurda, caótica e desrespeitosa para com os alunos não só de Romana, mas de Olinda, Maravilha, Santana, Jabotituba e adjacências.

Esse verdadeiro Desrespeito já foi denunciado aqui neste blog e na Câmara Municipal por mim, quando o eu estava no exercício do mandato, nem assim sensibilizei a prefeita e seus mandatários. Embora o governo Federal tenha mandado 03 ônibus escolares para o município, que segundo informações se encontram na chácara da prefeita pegando sol e poeira, nada foi feito para resolver o problema.

Daí a justa revolta  dos sofridos alunos, cuja manifestação foi duramente reprimida pela prefeita, que usou a força policial, inclusive para agredir alunos como o estudante do colégio Acrisio Figueiredo, Cledson Costa Lima, agredido pelo policial civil Henrique, da delegacia de São João Batista. Essa atitude mostra uma administração autoritária, incompetente e despreparada para ter assumido o município, através da justiça. É preciso que essas cassações absurdas sejam revistas, que haja de alguma forma a participação popular nessas decisões. “Nunca é bom subestimar a sabedoria popular. Essa manifestação tem apoio dos pais de alunos e de diversos líderes comunitários de vários povoados".

Assis Araújo
ex-vereador de São João Batista-MA

O que você achou?