13 de mar de 2012

ALEXANDRE MOREIRA LIMA É O NOVO JUIZ, MAS CIDADE CONTINUA AINDA SEM DELEGADO

Em ato realizado no gabinete do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Guerreiro Júnior, nesta terça-feira (13), o juiz Alexandre Moreira Lima, da comarca de Itinga, de entrância inicial, foi removido, por antiguidade, para a comarca de São João Batista.
Juiz Alexandre Moreira Lima tomou posse no gabinete da presidência
Alexandre Moreira Lima e Guerreio Junior
"A exemplo de Itinga, comarca que deixei praticamente saneada, com 500 sentenças proferidas, pretendo desenvolver com muito empenho minhas atividades judicantes em São João Batista, dando continuidade ao trabalho da juíza Odete Mota", disse Lima, ao ser empossado por Guerreiro Júnior, que desejou êxito ao magistrado na nova jornada profissional.

CARREIRA - Alexandre Moreira Lima ingressou na magistratura em 2010 como juiz substituto. Atuou em Bom Jardim, Santa Inês, Pindaré, Lago da Pedra, Monção, Codó, Matinha e Olinda Nova. Foi titularizado na comarca de Itinga.

Participaram da solenidade de posse, os juízes auxiliares da presidência, José Nilo Ribeiro Filho e Kleber Carvalho. A informação já tinha sido divulgada depois da matéria do Blog, que saiu em quase todos os jornais de circulação estadual e depois que o secretário de comunicação da cidade, Chico de Lindoca, cobrou providências do Tribunal de Justiça em uma rádio.
A informação é do Tribunal de Justiça do Maranhão. Depois da saída da magistrada Odete Maria Pessoa Mota, São João Batista ficou sem juiz e já estava, desde o ano passado, sem delegado. E pelo visto, a situação deve continuar, por que até agora não há informações de que a cidade tenha um novo delegado.
Armando Pacheco deixou a cidade em 2011 e foi para o município de Colinas. Desde então quem ficou respondendo pela cidade foi a delegada de Viana. Enquanto isso, na Delegacia Civil da cidade  o atendimento está lento e apenas os agentes de policia estão comandando os poucos policiais disponíveis na delegacia. Adaptação AQUI .

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

0 COMENTÁRIO:

Postar um comentário