9 de mar de 2012

SÃO JOÃO BATISTA CONTINUA SEM DELEGADO E SEM JUÍZA

Sidney Cardoso
A cidade de São João Batista está esquecida. Estamos sem juíza, sem delegado e podemos perder até o promotor de justiça, de acordo com informações ainda não confirmadas. A situação prejudica casos como o que aconteceu recentemente no município onde um monstro assassinou sua ex-mulher a facadas e até agora continua impune.
A situação começou quando no ano passado, o delegado de Polícia Civil, Armando Pacheco deixou o comando da delegacia da cidade e foi para o município de Colinas. Pacheco fez um excelente trabalho aqui em São João Batista e foi o responsável por desarticular diversas quadrilhas e prendeu vários criminosos. Depois, já neste ano, o Tribunal de Justiça resolveu transferir a juíza.
Odete Maria Pessoa Mota respondeu por São João Batista um pouco mais de um ano e também realizou um bom trabalho a frente da Comarca de São João Batista. Ela fez correições na cidade e foi a responsável por mandar prender acusados de envolvimentos em mortes. Também comandou audiências de repercussão nacional, como a do Caso Flaviano Neto, morto em 2010.
Odete Maria Pessoa Mota está respondendo na Comarca de Urbano Santos, numa decisão do Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão. Desde então quem responde pela Comarca de São João Batista atualmente é o juiz de São Bento, Sidney Cardoso, de acordo com as informações publicadas no próprio site do Tribunal de Justiça.
Há informações ainda não confirmadas pelo Pleno do TJ de que um novo juiz já estaria sendo empossado para ser titularizado na Comarca de São João Batista. Enquanto isso, quase todos os processos estão parados no Fórum de Justiça e na Delegacia de Polícia Civil. Mais informações sobre esta caótica situação, a qualquer neste Blog.

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

0 COMENTÁRIO:

Postar um comentário