7 de mai de 2012

DENÚNCIA: MENOR PRECISOU SER ENCAMINHADA PRA SÃO LUIS PARA PASSAR POR CIRURGIA

Familiares da menor de iniciais B.M.A.B entraram em contato com a nossa Equipe de Reportagem para fazer mais uma denúncia envolvendo casos no Hospital Municipal de São João Batista. Desta vez, segundo relatos dos familiares, uma menina precisou ser encaminhada pra São Luis para poder sofrer uma cirurgia de apendicite.

De acordo com as informações ainda não confirmadas pela direção do Hospital Municipal, os familiares da menor chegaram no hospital municipal de São João Batista com fortes dores no dia primeiro de maio. O médico que a atendeu, inicialmente, disse que era uma infecção intestinal. Não passando a dor, a família exigiu que o médico desse encaminhamento pra São Luis.

As informações levantadas dão conta de que a menor teria ficados dois dias com as dores e só no terceiro dia que, a pedido dos parentes, o médico assinou o encaminhamento da menor. Chegando em São Luis, constataram que a mesma sofria de apendicite sendo que teria que ser operada urgentemente.

Por carro fretado, a menina foi internada no Socorrão II, sendo submetida a uma cirurgia de emergência, devido à gravidade do caso, voltando em seguida, outra vez pro  centro cirúrgico, pra drenagem de secreção e lavagem da  caixa abdominal, levando a família ao pânico pela gravidade do quadro clinico. 

O estado de saúde da menor, após a segunda intervenção cirúrgica, merece muito cuidado pela equipe do Socorrão II, continuando com febres altas e a barriga inchada em decorrência da gravidade no primeiro atendimento.

Os familiares se mostraram inconformados com a situação. Segundo a família, eles pretendem mover uma ação contra o poder público,  pela negligência da equipe e condições mínimas de atendimento pra esses casos. A menor de iniciais B.M.A.B mora no povoado Capim Açú.




EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

1 COMENTÁRIO:

  1. Como sempre a saude em sao joao batista esta uma merda essa que se diz prefeita poderia melhora mais um pouco procurar colocar proficionas que saibam lidar com saude de verdade

    ResponderExcluir