12 de mar de 2011

GOVERNO ENVIA PROJETO PARA A CÂMARA PARA CONTRATAR SERVIDORES SEM CONCURSO

Vereador Edivilson Mota
A Prefeitura Municipal de São João Batista enviou na semana passada um projeto de lei para a Câmara Municipal de Vereadores para a contratação de servidores municipais sem concurso público. O projeto é de número 01/2011 e está na casa aguardando votação.
Segundo a cópia que a Equipe de Reportagem deste blog teve acesso, o projeto dispõe de contratação por determinado de pessoal para  atender as necessidades temporária de exepcional de interesse público nos termos do inciso IX do artigo 19 da Constituição Estadual e Lei Orgânica do Muncípio. A proposta foi discutida na Câmara de Vereadores e deverá ser discutida novamente hoje.
Vereadores Bitinho Batata e Mecinho
Na sessão passada, os vereadores iriam votar, só que alguns vereadores não concordaram com a redação do projeto. Segundo eles, a proposta foi enviada com erros e não esclarece como serão contratados. A bancada governista, liderada pelo vereador Cabeça (PV), Mecinho (PR) e Bitinho Batata (PV) votará a favor da proposta. De acordo com eles, o projeto não prejudicará os concursados.
Perguntado pela nossa equipe se o projeto não prejudicará os aprovados no concurso público feito pela administração anterior, Bitinho Batata disse que não vai prejudicá-los por que, se a juíza determinar a posse imediata dos aprovados, a gestão terá que despedir todos os contratados.
Já a oposição, liderada pelos vereadores Raimundinho Machado (PDT), Louro(PPS) e Júnior de Fabrício (PPS), já declararou, votarão contra o projeto. E a bancada "indecisa" e segundo eles sem lado político, formada pelo presidente da casa, Rui Serra, Uira Dominici e Edivilson Mota votarão a favor do projeto, se a proposta não vier prejudicando os aprovados.
Vereador Louro: sou contra
O vereador Edivilson Mota procurou nossa equipe para explicar sua posição diante do projeto de lei enviado pela prefeita de São João Batista, Surama Soares. "Não voto da forma que chegou o projeto. Pedir que reformulassem o projeto com quantidade de pessoas, cargos e redução de contrato", disse o vereador Edivilson Mota.
Já o vereador Louro já disse que votará contra qualquer projeto que prejudique os concursados. Segundo ele, ao invés da prefeita Surama Soares empossar os aprovados, fica contratando pessoas sem concurso público. Mas o que tudo indica é que mesmo com negação de alguns vereadores, o governo parece ter maioria para aprovar o concurso. Mais informações a quaquer momento neste blog.
EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB
O que você achou?

6 COMENTÁRIO:

  1. EU JÁ SABIA!
    VEREADORES DE SÃO JOÃO BATISTA DO LADO DE EDUCADORES E DO LADO POVO, SÓ DEPOIS DO TSUNAMI!

    ResponderExcluir
  2. JOANINO LUDOVICENSE
    ASSIM COMO A PREFEITA OS VEREADORES NÃO ESTÃO NEM AI PARA A EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO, POIS SEUS FILHOS ESTUDAM TODOS AQUI EM SÃO LUIS, SENDO ASSIM PODEM CONTRATAR QUALQUER UM PARA ENSINAR OS FILHOS DOS OUTROS, POQUE O DELES É DE DOM BOSCO PRA CIMA!

    ResponderExcluir
  3. Os vereadores que apóiam a prefeita dizem que precisam contratar para o município não parar, só que eles não analisam que basta os concursados serem empossados e pronto.
    HIPÓCRITAS!

    ResponderExcluir
  4. Acho que os vereadores aprovarão esse projeto em prejuízo aos merecedores concursados, eles tem interesse particular ($$$$$), além de cargos oferecido pela prefeita, aquele velho "empreguismo", que serve de campanha eleitoreira.Povo joanino, esses são seus representantes!
    Vocês devem pensar duas vezes antes de sair de suas casas no dia da eleição, vejam que erro cometem quando elegem tais vereadores.

    ResponderExcluir
  5. ESTUDAR PRA QUER?

    Pelo jeito para a prefeita, tanto faz se o cidadão tem ou não estudo para ser professor dos nossos filhos, a final, as filhas dela jamais tiveram que estudar aqui.

    ResponderExcluir
  6. estamos no mundo que tudo pode

    ResponderExcluir